Carta para mim mesma de 10 anos atrás

segunda-feira, 3 de outubro de 2016


Oi, pequena!
Antes de tudo, acho válido me apresentar: oi, eu sou a Thainá de 19 anos e hoje é dia 26 de setembro de 2016.
Sei que você tem muita vontade de saber o que vai acontecer no futuro, então, vou te contar algumas coisas e te preparar para todas, não vou te deixar saber sobre tudo, o futuro não teria graça se já chegássemos nele preparadas.

No próximo ano você vai mudar de escola e você vai amar a escola em um primeiro momento, depois vai odiar, vai chorar para sair de lá e, quando finalmente se formar no terceiro ano em 2013, vai sentir saudades. Lá  você vai se apaixonar, vai chorar, vai rir muito e vai arrumar confusão, não necessariamente nessa ordem. Apenas se esforce um pouco mais, ok? Não é porque você não precisa estudar para passar que não deva.
Saiba que em pouco tempo nossa irmãzinha vai nascer, então esteja preparada mentalmente para ela, serão muitas noites sem dormir quando ela chegar em casa. Sabe toda a paciência que você acha que tem? Ela é um mito, uma história para boi dormir. Quando você e nossa irmã crescerem, vocês vão se desentender muito. Mas não se preocupe, eu continuo a amando tanto como você.
Aprenda a ser um pouco mais egoísta antes que você precise ser, no futuro você vai deixar de cuidar de si mesma para cuidar dos outros e isso vai te custar um preço muito alto. Não abandone seus amigos, mas também não tente carregar o mundo inteiro nos braços quando você mal estiver conseguindo carregar a si mesma.
Você morre de vontade de usar óculos e, em 2012, você vai descobrir que tem astigmatismo e miopia, por isso vai precisar óculos o dia inteiro. No começo você vai gostar, depois vai odiar e depois vai usar os óculos não porque precisa deles para enxergar direito, mas porque eles vão fazer parte da identidade visual que você terá de si mesma.
O futuro te reserva muitas coisas, em alguns momentos você vai odiar tudo, vai ficar muito triste,mas também vai chorar de tanto rir. Serão as decisões que você tomar nesses momentos que vão definir quem você vai se tornar, quem eu vou me tornar. Mas não se sinta pressionada, nem assustada, você vai conseguir lidar bem com tudo e vai perceber que o futuro sempre esteve nas melhores mãos: nas suas.

2 comentários: